segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Jiu-Jitsu: o que é e como escolher onde praticar?

O Jiu-Jitsu é uma das mais conhecidas e importantes lutas marciais do mundo, além de ser considerada uma das mais imbatíveis.

Na sua origem, tinha como objetivo apenas a defesa pessoal, mas se tornou uma das artes marciais que mais cresce no mundo, sendo que milhares de pessoas são adeptas da modalidade, muitas vezes como prática regular de uma atividade física.

Além da parte física, a prática do Jiu-Jitsu traz ao praticante o exercício constante da disciplina pessoal e do respeito ao outro.

Você encontrará em nosso post tudo o que precisa saber sobre Jiu-Jitsu, começando pela história desta modalidade, sua origem e seu objetivo, além de dicas para que você tenha segurança e conforto na escolha da academia adequada.


Como surgiu o Jiu-Jitsu

O Jiu-Jitsu surgiu lá na época de Buda, 500 a.C., pelos seus seguidores. Nesta época, o budismo se espalhava rapidamente por toda a Índia e os monges que percorriam longas distâncias para divulgar a religião eram alvos de assaltos e roubos, fato que era comum naquele tempo.

Para se defender destes assaltos, os seguidores de Buda criaram e aprenderam um sistema de luta que não utilizava armas; lembrando aqui, que Buda é um dos maiores exemplos de pacificador que a humanidade conhece.

Desta forma, os monges começaram a estudar profundamente os pontos vitais do corpo humano, aprenderam movimentos físicos e o uso das alavancas (um golpe muito utilizado na modalidade) e assim surgiu o que chamamos hoje de Jiu-Jitsu.


O surgimento do Jiu-Jitsu no Brasil

Com a morte de Buda e as influências das religiões locais, tanto o budismo como o método de defesa criado pelos monges, foram perdendo força. Muito mais tarde, uns 200 anos depois, os seguidores da religião de Buda começam a migrar para outros locais como o Tibet, China e Japão. E é no Japão que a luta começa a ganhar força.
Por isso, muitos afirmam que o Jiu-Jitsu teve sua origem no Japão.

No início do século XX, chegava no estado do Pará o cônsul do Japão, Mitsuo Maeda, conhecido como conde Koma. Mitsuo Maeda,  além de conde, era também praticante e professor de Jiu-Jitsu no Japão.

Maeda decide, então, na cidade de Belém, reunir um grupo de amigos para ensinar Jiu-Jitsu e os irmãos Carlos, Gastão e Oswaldo Gracie fizeram parte desse primeiro grupo ensinado pelo japonês.

Carlos tinha um irmão mais novo, Hélio Gracie, um jovem que tinha vários problemas de saúde e que, a partir da prática do Jiu-Jitsu, apresentou consideráveis melhoras em seu quadro. Alguns anos depois, a família Gracie mudou para o Rio de Janeiro e a cidade passou a ser conhecida como a Casa do Jiu-Jitsu no Brasil.

O irmão mais novo, Hélio Gracie começa a ganhar destaque mundial no chamado Jiu-Jitsu Brasileiro, termo e modalidade criada pela família, tornando-se um dos primeiros e mais importantes representantes do Jiu-Jitsu nas décadas de 30 e 40.

Hélio também apresentou as artes marciais aos palcos do país e foi iniciador e mestre de muitos lutadores que se destacaram na modalidade. 



Experiência e Qualidade

Como já mencionamos, o Jiu-Jitsu se tornou uma das modalidades mais populares entre as artes marciais e que, a partir desta popularidade, muitas academias surgiram para desenvolver atletas ou simplesmente para ensinar aos interessados técnicas de defesa pessoal e ataque, de acordo com os pilares do Jiu-Jitsu.

Saber escolher a academia onde você vai aprender o Jiu-Jitsu é um fator de relevante importância, pois você precisa saber com quem você está aprendendo.

A Academia Arena tem sua raiz na história e na origem do Jiu-Jitsu Brasileiro, seu fundador é Evanri Gurgel Jr., que aprendeu a arte no Rio de Janeiro, com Álvaro Barreto, um dos únicos atletas faixa vermelha no mundo. Álvaro, por sua vez, foi discípulo de Hélio Gracie. Gurgel é um dos precursores do Jiu-Jitsu no sul do país, também é o único atleta faixa preta 6º Grau do estado Paraná e membro-integrante da Federação Paranaense de Jiu-Jitsu.


E como escolher onde praticar Jiu-Jitsu?


Ao decidir aprender e praticar esta modalidade de arte marcial, se torna imprescindível que você saiba como escolher onde praticar o Jiu-Jitsu, conhecer as origens da academia.

A confiança deve ser o seu primeiro sentimento em relação ao local que você frequentará.

Procure saber quem são os responsáveis pela academia, quem são os professores e com quem eles aprenderam.

Avalie a reputação da academia, do professor e dos métodos empregados. E lembre-se que o Jiu-jitsu vai além do aprender a se defender e atacar. O Jiu-Jitsu envolve disciplina pessoal, respeito para com o outro e autocontrole físico e emocional.

A Academia Arena convida você a fazer uma visita e conhecer nossa estrutura e o nosso grupo de profissionais.



Que tal compartilhar nosso post para que mais pessoas tenham informações do surgimento e da escolha correta da prática do Jiu-Jitsu?

terça-feira, 28 de novembro de 2017

O que é CrossFit?


Há muito tempo sabe-se dos benefícios que uma atividade física traz para o nosso corpo. Sabemos também que praticar exercícios é uma necessidade fundamental para a saúde mental e física do ser humano.

A prática de um esporte ou de uma atividade, quando acompanhada por um profissional, só traz vantagens. Mas, mesmo assim, na maioria das vezes, fugimos e adiamos o compromisso de cuidar do corpo e da mente, talvez por falta de vontade ou por pensar que será só mais uma rotina incorporada ao nosso dia a dia.

E, para mudar essa visão do chato e metódico, surge uma nova modalidade de treinamento, o CrossFit.

Continue lendo nosso post e conheça o que é CrossFit e como ele impacta positivamente na saúde do corpo e da mente!


Como surgiu o CrossFit

O CrossFit foi criado no ano 2000 por Greg Glassman, um ex-atleta e também treinador de ginástica olímpica. Na época, Greg tinha como objetivo formar atletas mais completos, por isso, pensou em uma modalidade que permitisse trabalhar todas as capacidades físicas.

Ele começou usando as ferramentas de ginástica, como as conhecidas argolas e barras assimétricas. Passou também a utilizar exercícios de coordenação e equilíbrio: os exercícios metabólicos.

Esses exercícios eram os praticados, até então, pelos remadores, corredores e nadadores, através de remadas, exercícios de puxar e empurrar, flexionar e esticar.

Além dos exercícios metabólicos, Greg Glassman utilizava-se dos exercícios de treinamento dos atletas olímpicos da modalidade de levantamento de peso, assim podia treinar o condicionamento físico dos atletas.


Os pilares utilizados pelo CrossFit

Como você já sabe, o CrossFit passa por várias modalidades de esportes para que todas as capacidades físicas sejam trabalhadas. E é baseado em movimentos funcionais feitos em alta intensidade e constantemente variados. Por isso, alguns pilares são seguidos:

● O movimento funcional trabalha todo o corpo, movimentando todas as articulações e musculaturas de uma forma harmoniosa e integrada.

● Todo dia tem novidade e dinamismo, fazendo com que os exercícios sejam constantemente variados. Os treinos fazem com que você exercite todas as suas capacidades, permitindo desenvolvimento das 10 capacidades físicas existentes no corpo humano.

● Dentro do CrossFit sempre há o desafio de superação do seu limite. Evidentemente que estipular e estimular esses limites sempre será tarefa do coach que te orientará de forma correta e te levará ao desafio da alta intensidade, ou como preferir, a superação.


As capacidades do corpo estimuladas pelo CrossFit

Você sabia que o seu corpo tem 10 capacidades físicas que podem ser despertadas e desenvolvidas com o CrossFit?

Quatro destas capacidades são chamadas de treináveis e são elas: a força, flexibilidade, resistência muscular e resistência aeróbica. Temos outras quatro denominadas de capacidades neurais que são: equilíbrio, agilidade, coordenação e precisão. Para finalizar temos a velocidade e a potência.

Você já pensou em uma única modalidade desenvolver todas essas capacidades? O CrossFit permite esse avanço através de um programa de treinamento que trabalha a força e o condicionamento físico em geral, a partir de movimentos e treinos funcionais.


O CrossFit é para todos!

Você deve estar pensando que fazer CrossFit é só para atletas. E isso não é verdade.

É claro que como todo exercício, é necessário que você seja acompanhado de um profissional qualificado, mas independente de ser iniciante, intermediário ou até mesmo um atleta, o CrossFit é uma modalidade para todos.

Além disso, rotinas monótonas não combinam com essa modalidade. Você sempre terá exercícios diversos e atividades dinâmicas e desafiadoras.

Em uma aula de CrossFit você poderá perder em média entre 450 a 750 calorias, então além de melhorar a forma física, o CrossFit permite uma melhor qualidade de vida, já que as atividades físicas liberam endorfina, o hormônio do bem-estar.

Que tal começar agora mesmo? Procure uma academia com profissionais qualificados, como a Arena Academia, e melhore sua qualidade de vida!


Se gostar do nosso artigo, não deixe de compartilhar nas redes sociais!



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

5 EXERCÍCIOS PARA FAZER EM CASA


Os treinos de alta intensidade que requerem um elevado número de repetições (HIIT) são uma das formas mais eficazes de conseguir um corpo tonificado, forte e saudável.

Embora seja importante ter, sempre que possível, o acompanhamento de um instrutor ou profissional de fitness – para evitar lesões, mas também para incentivar a dar o máximo – existem exercícios que podem ser feitos em casa e que permitem manter um corpo forte e saudável, quando não for possível ir até a academia.

Cada exercício deve durar 30 segundos, com outros 30 segundos de descanso, e deve ser repetido, no mínimo, dez vezes, sempre com o abdominal o mais contraído possível. 

Prepare-se, pois você vai transpirar muito.
Pronta?


1 – Agachamento por fases. Este é um exercício simples e que muito se assemelha ao agachamento tradicional, a única diferença é que é feito em cinco fases: começar em pé, agachar ligeiramente até o meio (1), agachar o máximo possível (2), subir até o meio mantendo os joelhos flexionados (3), agachar novamente (4) e subir tudo (5).

2 – Lunges cruzados. Faça o lunge tradicional (passada) mas com o cruzamento da perna por trás, ou seja, a perna direita cruza para o lado esquerdo por trás da perna esquerda e a perna esquerda cruza para o lado direito por trás da perna direita. Repita alternadamente.

3 - ‘Leg Lower’. Com as costas totalmente encostadas no chão, levante as pernas num ângulo de 90 graus e baixe-as lentamente, sem tirar as costas do chão. As pernas devem ‘cair’ enquanto estão esticadas e subir de forma enrolada, encolhendo os joelhos, formando um círculo.

4 – Flexões. Com ou sem os joelhos no chão, use os braços para levantar o tronco.

5 – Prancha de aranha. Em modo prancha, mas com os braços esticados, mantenha o corpo firme e leve o joelho direito ao cotovelo direito e o joelho esquerdo ao cotovelo esquerdo, alternadamente.

Bom treino!
 

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Aulão Olímpico

Venha fazer parte desse evento especial para comemorar as Olimpíadas! 
Teremos Clínica de Levantamento de Peso Olímpico e Execuções Físicas para testar nossos atletas da Academia Arena. 

Será no próximo sábado, dia 20/8, às 11h.